Você tem um site ou blog e tem dificuldades em monetizá-lo? Se chegou até esse artigo é bem provável que sim!

Aqui na Hariken, falamos com centenas de Publishers todos os meses e percebemos que muitos tem dificuldade de gerar receita com seu site ou blog. Os sistemas atuais como publicidade e afiliados já não dão o mesmo retorno de antes.

Por outro lado, também conversamos com centenas de empresas que relatam a dificuldade em encontrar o público ideal para suas campanhas de Marketing Digital.

Com isso, percebemos que existe uma falha nesse mercado, pois existem muitos sites e blogs com audiências extremamente qualificadas e segmentadas que seriam relevantes para muitas empresas. Com isso, estudamos uma maneira e chegamos a uma solução que ajudará a resolver esses problemas.

No mundo do Marketing por Dados, isso é chamado de Second Party Data

 

O que é o Second Party Data

Antes de explicar o que é o Second Party Data, é preciso mostrar como funciona o mercado de Mídia Digital, mais especificamente a Mídia Programática.

Mídia Programática é a automação da exibição da mídia comprada. A grande diferença para o modelo tradicional de compra é que com a mídia programática, o anunciante compra o target e não o espaço. Assim, o anúncio pode impactar o público desejado independente do site em que ele esteja navegando.

Para identificar o usuário desejado, ou seja, aquele que se encaixa nas características escolhidas pelo anunciante, é preciso o uso de dados. Esses dados podem ser demográficos, por interesse, comportamento online, entre outros.

É nesse ponto que entra o Second Party Data, que nada mais é a utilização de dados de um parceiro para criar segmentações e encontrar o público-alvo desejado. Essas informações são dados não identificáveis, fornecidos por meio de cookies, ou seja, não fere a privacidade dos usuários,

 

Como utilizar o Second Party Data para monetizar seu site

Os portais de mídia, sites e blogs estão sempre buscando novas formas de expandir suas receitas. Procuram inovar em formatos e oportunidades de exposição das marcas, gerando valor adicional aos anunciantes.

As empresas anunciantes geralmente compram pacotes de impressão dos Publishers, pagando por CPM. O grande problema é que esses espaços são limitados e nem sempre trazem o retorno esperado aos produtores de conteúdo. Então, vender os dados de Second Party Data para anunciantes, pode ser muito mais rentável.

Para ficar mais claro como funciona o Second Party Data, vou citar um exemplo:

Você tem um blog de viagens com centenas de milhares de acessos mensais. Alguns dos seus posts são sobre dicas para pessoas que querem viajar para a Europa. De outro lado, existe uma agência de viagens que oferece pacotes de turismo para a Europa e tem dificuldades em encontrar esse público. Para otimizar os resultados da sua campanha, a agência de turismo poderá comprar os cookies de pessoas interessadas em viagens para Europa nos últimos 30 dias e utilizá-los para segmentar suas campanhas de Mídia Digital, impactando esse público em milhares de outros canais.

O blog receberá um valor por cada cookie fornecido. Geralmente, o CPM (Custo por Mil) pago por cookie é maior do que o CPM pago por impressões de banner.


Todo profissional de marketing digital, ainda mais os que trabalham com dados e cookies de internet, devem saber o que é a LGPD, suas multas e bases legais!

Se você ainda está buscando uma ferramenta de LGPD, como uma CMP – Plataforma de Gestão de Consentimentos, conhecida como o aviso de cookies para o seu site, nossa indicação é a da AdOpt.

Vale a pena conhecer o blog deles, e principalmente as dicas que eles dão sobre como os processos de marketing devem ser revistos, para adequação à LGPD, e até mesmo direcionamentos sobre o mapeamento de dados, responsabilidades do DPO, etc.

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Adonis Batista

CEO e Nômade

Previous Universal Data Manager: Uma nova jornada no gerenciamento de Dados
Next UDM Update – 13 de Setembro 2017
Close

NEXT STORY

Close

Gerenciador de anúncios do Facebook: veja como segmentar a audiência!

06/12/2018
Close