Demand Side Platform: o que é e como funciona

A tecnologia está revolucionando a forma como a propaganda online é comprada e vendida. Se antes os gestores de marketing tinham poucas e caras opções para anunciar — como televisão, jornal ou rádio —, hoje no universo online são múltiplas possibilidades, que, se utilizadas corretamente, vão direto ao encontro do público-alvo pretendido.

Hoje, as chamadas Demand Side Platform (DSP) são uma engrenagem importante desse processo e direcionam essa revolução. As plataformas automatizadas de compra de espaços publicitários simplificam e deixam o processo mais eficiente.

Neste artigo, nós vamos esclarecer o que é o Demand Side Platform, como funciona e como você pode se aproveitar disso para obter melhores resultados em sua empresa! Continue a leitura e confira!

Conceito: o que é Demand Side Platform?

O DSP é um software utilizado para comprar espaços de publicidade de forma automatizada. A aplicação desse software é destinada para que agências e grandes empresas tenham um auxílio na hora de comprar propagandas em banners, vídeos, dispositivos móveis e mecanismos de busca.

Então, qual a relevância do DSP?

Historicamente, propagandas digitais são compradas e distribuídas por equipes de vendas humanas, que acabam sendo caras e, em algumas vezes, pouco confiáveis. O Demand Side Platform possibilita que o processo fique menos custoso e mais eficiente ao remover o aspecto humano envolvido.

O DSP também auxilia as tarefas mais manuais, como a negociação de valores de anúncios e os pedidos de inserção das propagandas. Isso libera a equipe e o gestor para outras tarefas e decisões mais estratégicas para o negócio.

Como o Demand Side Platform realmente funciona?

Explicar o funcionamento de uma plataforma automatizada é algo bem complicado, mas podemos abordar de forma resumida. O DSP permite que quem vai comprar as propagandas faça isso ao longo de diversas plataformas, mas mirando uma persona específica.

Por meio de algoritmos previamente definidos, ele explora as possibilidades existentes de espaços e formatos e de compra — dentro de um limite estabelecido —, e define aqueles que fazem mais sentido para os parâmetros de persona e público definidos pela agência ou empresa.

Isso significa que não existe mais a necessidade de vendedores para negociar os preços com compradores. Todo o processo é simplificado e ocorre em questão de segundos, com o DSP, tomando a melhor decisão de acordo com o pedido do comprador.

Como acontece a integração comprador-vendedor?

Na outra ponta do processo, as agências e empresas que disponibilizam espaços de publicidade também automatizam seus processos e extraem melhores resultados utilizando um sistema parecido: o Suply Side Platform (SSP). Ele serve para indicar os espaços, o público que visualiza e o preço em que ele é comercializado.

Por isso, o DSP e o SSP acabam se integrando muito bem, levando agências e empresas de ambos os lados da ponta a terem melhores resultados com preços mais justos e competitivos.

Se você ainda não utiliza o Demand Side Platform para incrementar a eficiência do processo de escolha e de compra de espaços publicitários online, pode ser que tenha muito a ganhar com essa estratégia. Lembre-se de que o DSP é apenas uma parte da nova onda de mídia programática. Aproveite, agora, para entender melhor o que é isso em nosso blog.