e-mail-marketing

E-mail Marketing: uma poderosa arma para aumentar sua vendas

O aumento de vendas usando e-mail marketing tem se tornado um diferencial e chamado a atenção dos empreendedores. Afinal de contas, trata-se de uma das ferramentas que concentram os melhores resultados para atrair clientes e converter visitas em compras.

Acontece que o seu uso deve ser feito com planejamento. Uma ação estratégica equivocada pode custar caro  para o seu e-commerce, especialmente nesta época de imediatismos causada pela revolução digital.

Dessa maneira, neste artigo vamos mostrar a você como aumentar as vendas usando e-mail marketing. Continue com a leitura e perceba como criar campanhas segmentadas pode levar o seu negócio online a um novo patamar!

O que é o e-mail marketing e como usá-lo corretamente?

Quando o marketing digital se consolidou no mercado, ainda havia quem desacreditasse no e-mail como ferramenta diferenciada. Essa dúvida se intensificou com a chegada das redes sociais, que pareciam desqualificar o correio eletrônico como meio de comunicação entre as marcas e os clientes.

No entanto, viu-se um cenário completamente oposto às previsões pessimistas. Logo, ficou nítido que o e-mail tem enorme valor nas ações digitais, seja para:

  • cultivar relacionamentos;
  • fidelizar o público-alvo;
  • engajar o consumidor, trazendo versatilidade nas campanhas para aumentar as taxas de conversão.

Além disso, uma pesquisa realizada pela Adobe Consumer Email Survey destacou que 61% dos consumidores preferem receber ofertas em seus e-mails. Um reforço e tanto para considerar estratégias de vendas usando o e-mail marketing, não é mesmo?

Quais são as vantagens do e-mail marketing?

É relevante analisar também que o e-mail marketing possui outras vantagens que podem contribuir ainda mais com o sucesso de suas campanhas, como:

  • é um meio de comunicação em tempo real, agilizando a abordagem com o consumidor;
  • facilita a mensuração dos resultados, como a taxa de abertura dos e-mails e cliques nos links contidos na mensagem;
  • tem custos relativamente baixos, tendo em vista que é um meio de divulgação instantâneo e rápido que pode impactar milhares de pessoas ao mesmo tempo;
  • gera mais tráfego para o seu e-commerce, pois os e-mails são convites diretos para que visitem sua loja virtual.

Para que essas qualidades façam parte de sua rotina de disparos de e-mails, algumas regrinhas básicas devem ser seguidas. Veja melhor quais são:

Como preparar um bom disparo de e-mail marketing?

Para garantir mais vendas usando e-mail marketing, é fundamental que você trabalhe em cada texto como algo único. Afinal de contas, é por meio de um conteúdo relevante e bem produzido que se desperta o interesse do usuário.

Dessa maneira, reunimos algumas orientações bem básicas e direcionadas sobre o aspecto técnico de um e-mail marketing. Assim, você consegue analisar os meios para seguir tais conceitos ou acrescentá-los aos e-mails que você já dispara periodicamente. Veja só:

Valorize o conteúdo da mensagem

Para aumentar as vendas usando e-mail marketing, o conteúdo deve ser o diferencial de suas campanhas. É por meio desse elemento estratégico que você vai atingir o seu objetivo, que pode ser o direcionamento para um link específico, a resposta a uma pesquisa de satisfação e mais uma série de possibilidades.

Só que isso ocorre apenas com uma produção consistente e relevante. Lembre-se de que o tempo do seu cliente é escasso e você deve agregar valor aos minutos concedidos para abrir seu e-mail. Uma boa maneira de instigar a curiosidade, portanto, é com o uso de títulos chamativos e cujo conteúdo cumpra todas as promessas que você fizer na abertura da mensagem.

Dedique atenção ao design

E-mails são conteúdos equilibrados entre o visual e o textual. Isso significa que o descritivo deve ser tão atraente quanto o layout de suas mensagens e a escolha de imagens.

O primeiro deve seguir a linha de sua identidade visual, de maneira que a pessoa reconheça a sua marca logo ao abrir o e-mail. Já a seleção de imagens deve estar alinhada tanto ao objetivo do disparo quanto ao perfil do seu público-alvo.

Use botões de call to action

Você deve ter um objetivo ao enviar e-mails para os clientes, e o botão de call to action (CTA) é importante justamente para esse direcionamento.

Normalmente utilizado no fim das mensagens, ele deve ser irresistível para o leitor, que já se deixou encantar por sua mensagem e imagens. Assim, fica mais fácil levar o usuário até o seu e-commerce e afunilar as suas estratégias de vendas usando o e-mail marketing.

Preze pela tríade objetividade, simplicidade e clareza

Por fim, lembre-se de que, na maior parte das vezes, o consumidor lê os e-mails no trabalho. Isso significa que você deve ser objetivo, claro e simples (mas não simplório) em suas mensagens. Do contrário, corre risco de o cliente sequer terminar de ler o e-mail.

Como aumentar as vendas usando e-mail marketing no e-commerce?

Existe algo imprescindível para quem busca aumentar as vendas usando e-mail marketing: uma base de e-mails funcional. Afinal de contas, como atrair o consumidor se não houver pessoas em sua lista?

O primeiro ponto para desenvolver campanhas de e-mail marketing, portanto, é dar volume à sua lista de contatos. Para isso, existem algumas maneiras criativas de adicionar pessoas ao seu mailing.

A primeira ideia consiste em pop-ups que oferecem cupons de desconto ou benefícios, como frete grátis, caso o cliente se cadastre em sua loja. A outra, mais óbvia, é solicitar a permissão do usuário para o envio de e-mails assim que ele efetuar o cadastro em seu site.

São maneiras distintas, mas proveitosas para despertar o interesse do cliente em potencial — e também daqueles que já compram com você frequentemente. Com tais ações constantemente planejadas para manter elevado o fluxo de novos e-mails cadastrados, é hora de avaliar as ações para aumentar as vendas.

E-mail de boas vindas

A primeira estratégia para estimular as vendas usando o e-mail marketing é com o disparo de uma mensagem de boas-vindas. Nela, você pode aproveitar para destacar os diferenciais de sua marca, oferecer promoções exclusivas para novos clientes e conhecer melhor as preferências e objetivos daquele consumidor em particular.

Disparo de e-mails em eventos sazonais

Manter um calendário promocional atualizado é imprescindível para realizar ações de marketing em e-commerces e em lojas físicas. Não à toa, são nessas datas sazonais que o volume de vendas tende a ser maior — como ocorre durante o Natal ou a Black Friday.

E o e-mail marketing tem papel participativo na divulgação de ofertas nesses períodos. Vale, ainda, observar quais datas além das convencionais podem servir para o seu negócio. Com criatividade, você consegue impactar um grande número de clientes com ações que a sua concorrência ainda não deu a devida atenção.

Envie lembretes de produtos deixados no carrinho de compras

Já é comprovado que  a maior parte das intenções de compra em um e-commerce não é concluída. Motivos para isso não faltam, como o valor do frete, o prazo de entrega ou mesmo o preço do produto. Mas existem outros fatores, como a desatenção do cliente, que podem ser revertidos com mais facilidade.

Para melhorar as vendas usando o e-mail marketing, dispare mensagens lembrando ao consumidor os itens esquecidos no carrinho. Isso pode estimular a concretização do negócio. Não à toa, aqui é fundamental o uso da segmentação de dados para identificar as oportunidades de compra não realizadas.

É possível, inclusive, impulsionar essas compras com um benefício a mais em seu e-mail usando um desconto de 10% ou mesmo a disponibilização de frete grátis para aquela compra. Assim, caso a motivação para o abandono da compra seja financeira, esse agrado pode ser providencial para diminuir as estatísticas de carrinhos de compra cheios em seu e-commerce.

Faça uso de uma plataforma profissional de envio de e-mails

Hoje em dia, existem plataformas gratuitas e pagas — cada uma com seus benefícios e particularidades. Vale a pena analisar o melhor modelo que atenda às suas necessidades e objetivos de vendas usando e-mail marketing.

Com isso, você consegue estabelecer mensagens personalizadas para uma ampla base de endereços eletrônicos, além de trabalhar com uma série de funcionalidades que trazem ainda mais exclusividade aos seus disparos.

No entanto, um dos principais pontos a se observar no trabalho com e-mail marketing é a lista de e-mails segmentada. Vamos entender por quê?

Qual é o impacto de uma lista de e-mails segmentada?

Já reparou como um anúncio publicitário na TV ou no rádio alcança milhões de pessoas, mas impacta apenas milhares delas? Com o e-mail marketing, você pode ser muito mais preciso em suas campanhas.

Isso porque, com a lista de e-mail segmentada, você identifica os assuntos de interesse de cada perfil. Consequentemente, em vez de e-mails irrelevantes, os consumidores recebem anúncios que realmente sejam valiosos para eles.

Perceba, então, o quanto isso pode ajudar na taxa de abertura, por exemplo. Sem essa segmentação, o consumidor não se sente privilegiado em receber ofertas personalizadas e tampouco interessado em desbravar todo o conteúdo do e-mail em busca de eventuais oportunidades. Atualmente, você deve conquistar o cliente antes do clique, e não depois.

Por isso, vamos analisar o que deve ser feito para que você consiga lidar estrategicamente com a segmentação de clientes!

Como segmentar o e-mail marketing?

Anteriormente, nós vimos a importância da segmentação de sua lista de e-mails, a começar pela relevância de cada mensagem, que deve impactar de imediato cada perfil de cliente que você possui. Por isso, essa ação é altamente considerada, pois já aumenta demasiadamente as chances de abertura.

Agora pense como um consumidor e avalie os e-mails irrelevantes você recebe diariamente — quantos deles você se dispõe a abrir? O mesmo vai funcionar com o seu consumidor, que pode até mesmo classificar suas mensagens como spam.

Para um e-commerce que vai fortalecer as vendas usando e-mail marketing, dá para se ter uma boa ideia do impacto negativo disso, não é mesmo? Agora, podemos considerar proporcionalmente benéfico o envio de e-mails relevantes para o seu público.

Fica a questão, entretanto, de como trabalhar com a segmentação de sua lista — algo que veremos a seguir!

Trabalhe segundo o comportamento do usuário

Acima, falamos a respeito da estratégia de e-mail marketing para quem abandonou produtos em seu carrinho de compras. A segmentação de acordo com o comportamento do usuário é similar, mas igualmente impactante.

Isso funciona quando você analisa os hábitos de navegação do público que não acrescentou nada em seu carrinho. Dessa maneira, caso o consumidor tenha tido a sua experiência de compra interrompida por algum motivo, você o relembra e estimula a compra.

Segmente de acordo com os interesses do seu público

Outra maneira (esta, mais simples e imediata) de criar segmentações precisas é perguntando ao seu cliente que tipo de e-mail ele gostaria de receber. Isso pode acontecer no momento do cadastro, por exemplo, ou com o envio de e-mails para toda a sua base.

Por meio das respostas, você consegue gerar uma série de listas segmentadas que serão aproveitadas para momentos e públicos específicos, permitindo muito mais sucesso em suas campanhas de e-mail marketing.

Como planejar a segmentação para atingir objetivos?

Focando em ações para aumentar o volume de vendas usando o e-mail marketing, você deve levar em consideração 3 questões para segmentar sua lista de forma eficiente:

1. Informações a respeito dos seus leads

Quanto mais completo estiver o registro de sua base de clientes, mais fácil será a organização e o planejamento de estratégias. Se você tiver apenas o nome e gênero do cliente, a segmentação ficará mais rasa. Agora, ao conhecer a fundo os hábitos, comportamentos, preferências e desafios encontrados em sua rotina, você terá um leque muito maior de opções para impactá-lo.

Uma boa maneira de fazer isso é por meio de landing pages para materiais educativos disponibilizados para download gratuitamente. Com elas, você solicita algumas informações pessoais e as usa para completar o perfil de seus clientes com potencial de compra.

2. Processos utilizados nas estratégias

Os processos são relacionados ao tipo de estratégia a ser adotada. Bom exemplo disso são as ações de e-mail marketing com base em objetivos predefinidos. Por exemplo: caso um cliente costume visitar determinados tipos de páginas, você já o insere em uma lista específica.

Isso independe, em partes, de ter ou não informações pessoais do usuário. Basta analisar os seus hábitos para criar processos que impactem esse perfil de consumidor.

3. Tecnologias que vão auxiliar nas campanhas

Por fim, é importante contar com tecnologias atuais e versáteis para colocar o seu plano em prática. Afinal, sem elas fica difícil segmentar o público, disparar e-mails para diferentes bases e até mesmo mensurar os resultados de cada campanha.

Lembre-se, também, de que tão importante quanto as funções de uma plataforma é a sua capacidade de integração de tecnologias. Se ela não dialoga com as etapas anteriores e seguintes à segmentação, você pode perder informações vitais que ajudariam em um trabalho mais preciso e personalizado.

Qual a relação entre e-mail marketing e automação de processos?

A automação de processos se destaca como um complemento ao que acabamos de falar sobre a tecnologia usada. Para quem busca aumentar as vendas usando e-mail marketing, vale a pena considerar esse tipo de solução.

Nesse caso, você delega as etapas programáveis de sua estratégia à solução utilizada para o disparo de e-mail marketing. Assim, sua equipe se torna mais produtiva e muitos processos passam a ser conduzidos automaticamente pela sua plataforma.

Entre outras funcionalidades, destacamos as seguintes:

  • agiliza a segmentação de leads;
  • promove melhorias no processo de detecção de leads qualificados para vendas;
  • melhora o relacionamento com clientes por meio de dados qualitativos.

Ou seja: não se trata apenas de um disparo automático de e-mails, mas de todo um planejamento que ajuda na tomada de decisão. Isso gera métricas e contribui com dados qualitativos para gerar uma segmentação de sucesso para suas campanhas.

Quais são os benefícios e a importância da automatização do e-mail marketing?

Com base no que já falamos a respeito da automação do email marketing, podemos apontar que os custos são reduzidos e o tempo de produção de uma campanha é igualmente menor. Isso ajuda a gerar um retorno sobre investimento (ROI) bastante atrativo.

Só que essa ação tecnológica e diferenciada também concentra uma série de outros benefícios. Abaixo, destacamos alguns deles:

  • o alinhamento com a jornada de compra do cliente permite um direcionamento ainda mais próximo da realidade do seu consumidor e o tratamento de modo mais personalizado;
  • a nutrição de leads também é um benefício prático ao apostar na automação para melhorar as vendas usando o e-mail marketing. Isso porque você tem ao alcance os intermédios para disparar e-mails em cada etapa do processo de compra do seu público;
  • o gerenciamento mais prático dos contatos faz com que você considere dados pré-programados para criar, personalizar e organizar sua lista.

Vale destacar, ainda, que a automação do e-mail marketing permite que você se preocupe menos com o momento ideal para disparar mensagens. Quer dizer, você ainda deve programar os gatilhos para isso, mas o papel de sua equipe é puramente estratégico.

As ações ocorrem de forma natural e automaticamente após essa configuração de regras e padrões específicos. Dessa maneira, fica mais fácil obter melhores resultados de vendas usando o e-mail marketing.

Esse processo se dá por meio de um fluxo de automação, que analisa os dados e permite a elaboração de ofertas que realmente possam fazer a diferença para seu consumidor. Bom exemplo disso são os e-mails com links que levam a depoimentos de quem já comprou um produto que o usuário já visitou diversas vezes, mas não efetuou a compra.

É uma possibilidade bastante estratégica, mas que age de maneira autônoma. E, para entender um pouquinho melhor isso que estamos falando, a seguir vamos detalhar como você pode construir uma automação nesse processos e fazer um sucesso de vendas usando e-mail marketing!

Como construir uma automação de e-mail marketing?

Da mesma maneira que vimos a importância e os diferenciais do e-mail marketing — dispondo até mesmo de um passo a passo para segmentar sua lista —, vamos analisar agora como a automação pode ser feita em prol de sua marca. Para tanto, dividiremos essa ação em 4 passos. São eles:

1. Determine o público com quem você está interagindo

Durante o planejamento dos fluxos de automação, você deve esclarecer quem é o usuário do outro lado da tela. Com isso, evita-se o disparo de e-mails irrelevantes.

A estratégia se torna mais personalizada e de acordo com as necessidades e objetivos do consumidor. Em tempos de marketing digital, é fácil entender a importância de saber com quem você está falando.

2. Segmente os leads de acordo com cada lista

É aquilo que já mencionamos a respeito da segmentação. Por meio dessa função, você gera ações variadas para diferentes objetivos e para impactar o consumidor em diferentes etapas do seu processo de compra.

3. Construa os e-mails pensando na riqueza do conteúdo

Como já dissemos, um e-mail marketing deve estar equilibrado entre o fascínio visual e o despertar de interesse com base no conteúdo textual. Pode parecer detalhe, mas é significativo para melhorar as vendas usando e-mail marketing.

4. Construa o fluxo de automação

É hora de criar as regras e parâmetros para segmentar, da melhor maneira possível, a sua lista de e-mails. Considere as variáveis e desenhe uma ação que forneça soluções para o seu consumidor, e não dúvidas.

Vale destacar que, da mesma maneira que ocorre com outras ações de marketing digital, o e-mail marketing não se encerra com o fim de uma campanha. Pelo contrário: ele se renova em mais estratégias e ações que visam manter o fluxo ativo.

Mas, com base nas informações que apresentamos aqui neste artigo, esse processo se torna natural com o tempo. O importante é perceber que é possível, sim, aumentar as vendas usando e-mail marketing. Só que é igualmente necessário compreender que, por meio da automação, você agiliza o processo e tem mais chances de obter o desejado sucesso.

Agora, se você deseja obter mais dicas relevantes sobre e-mail marketing, segmentação e mídia programática, assine a nossa newsletter e receba em primeira mão nossas novidades em sua caixa de entrada. Para isso, basta inserir o seu e-mail no canto superior direito de nosso blog. Cadastre-se!