O gerenciador de anúncios do Facebook é uma ferramenta disponibilizada para que os anunciantes tenham sucesso em suas campanhas. Afinal, para uma estratégia ser bem sucedida ela não pode simplesmente ser jogada ao vento, é preciso planejamento para que os recursos destinados sejam bem aplicados.

Os recursos disponibilizados para segmentar a audiência podem transformar essa jornada em um sucesso. Elaboramos este artigo para que você entenda um pouco melhor como fazer uso desses instrumentos dentro da plataforma mais utilizada no Brasil. Acompanhe!

Crie o público-alvo

O gerenciador de anúncios do Facebook permite em primeiro lugar, a criação do público-alvo que será atingido pela sua campanha. É importante que você observe e tenha consciência dos diferentes perfis atingidos dentro da plataforma.

De acordo com a sua lista de clientes, visitantes do site e envolvimento na rede social, o Facebook disponibiliza ferramentas para que esses elementos sejam utilizados na criação desse público. Contudo, para ter acesso aos dados, a plataforma oferece essas informações para um público de no mínimo 1000 usuários por questões de segurança.

Na prática, você deve acessar a seção “Público” no Gerenciador de Anúncios do Facebook e clicar na opção “Criar público”, selecionando “público personalizado” no menu. A página vai apresentar uma lista de públicos que podem ser criados.

Faça o upload do público que já possui

Se você já tem uma lista de clientes ou leads específicos com o qual deseja criar a audiência personalizada, basta clicar na opção “Customer File” ou “Arquivo do Cliente”. A plataforma faz uma análise desses contatos e a partir daí, gera um público-alvo.

Ha duas opções para o upload dessas informações: por meio de um arquivo .CSV, ou simplesmente copiando e colando utilizando o bom e velho ctrl+c e ctrl+v. O melhor é que basta o endereço de e-mail para que o Facebook aceite essa lista, mas quanto mais dados sobre esses usuários, melhor.

Crie o público-alvo com base no comportamento do visitante do site

Quando o pixel do Facebook está instalado no site corporativo, é possível definir as regras para que a plataforma preencha o público-alvo de acordo com o comportamento dos usuários da sua página.

A aba “Tráfego do site” na seção “Criar público” disponibiliza as seguintes opções:

  • escolha baseada no tempo que as pessoas permaneceram navegando no site, número que costuma corresponder entre 5% a 25% dos usuários ativos;
  • resgate dos usuários que visitam páginas específicas, definindo o site ou a palavra-chave, por exemplo, a busca pelo principal produto que sua empresa comercializa ou concorrente;
  • dinamizar as listas de clientes segmentados, em que o público é atualizado constantemente, pois recebe os dados em tempo real, mesclando dados de cliente fidelizados com o público personalizado;
  • criar um público com base no perfil dos usuários que deixaram de visitar o site dentro de um número preestabelecido de dias.

Essas ações são importantes para divulgar e desenvolver promoções que levem todos os grupos de usuários a conhecer, frequentar ou voltar a acessar o site e comprar os produtos comercializados.

Gere uma audiência baseada no envolvimento com a sua página no Facebook

O público da própria plataforma também pode ser segmentado e utilizado para um melhor aproveitamento do gerenciador de anúncios do Facebook. A aba “engajamento” permite a criação de um público envolvendo qualquer usuário que tenha interagido com a página, postagens ou anúncios no último ano.

Esse público-alvo pode ser segmentado utilizando as seguintes opções:

  • visitantes da página;
  • perfis que interagiram com as postagens ou anúncios da página;
  • indivíduos que clicaram em qualquer botão de chamada para ação;
  • pessoas que enviaram mensagens para a sua página;
  • qualquer usuário que tenha salvo sua página ou posts.

Essa segmentação é indicada para quem deseja melhorar o alcance e engajamento da fan page e dos conteúdos publicados.

Use o Audience Insights para analisar o público-alvo

Audience Insights é uma opção do Facebook que deve ser utilizada após a criação do público personalizado, pois seu objetivo é encontrar informações sobre os usuários que estejam inseridos dentro desse coletivo.

A ferramenta deve ser utilizada para que o planejamento das estratégias seja mais efetivas. Quanto mais a empresa sabe do seu cliente, melhor será a experiência que pode ser proporcionada.

Adote algumas práticas para que a comunicação seja efetiva

Além de segmentar a audiência para que os anúncios atinjam exatamente quem você espera, algumas práticas de comunicação efetiva não podem ser esquecidas. Veja, a seguir, em que tipos de publicação apostar para criar mais oportunidades de negócio para a sua empresa.

Lives

As lives, ou transmissões ao vivo, são publicações que tem um grande alcance no Facebook e podem ser bastante efetivas para a apresentação de um novo produto ou para, simplesmente, fazer um convite para acesso a um material de apoio, seja sobre um assunto de interesse do leitor ou até mesmo um manual de instruções.

Infográficos

Os infográficos são aquelas imagens que trazem dicas ou informações sobre um determinado assunto, geralmente na forma de passo a passo ou posts curtos.

Essa é uma ótima ferramenta para aumentar o engajamento das postagens, uma vez que a satisfação do público é maior quando recebe a informação completa, sem a necessidade de clicar em um link para saber mais.

Ofereça conhecimento de verdade sobre um determinado tema, produza uma boa arte e estimule seus seguidores a curtirem e compartilharem a imagem.

Chatbots

chatbot é um instrumento relativamente novo, mas amplamente utilizado pelos perfis corporativos. Uma das formas mais populares é a mensagem interativa inicial trocada com um usuário, quando ele entra em contado com a empresa pela primeira vez.

No feedback, a empresa pode informar sobre o tempo médio de resposta, um número de contato via WhatsApp, sugerir um conteúdo para leitura enquanto aguarda ou lembrar a pessoa do horário de funcionamento.

A automação deve ter caráter informativo e não limitar a interação apenas a essa ferramenta, pois, quem manda uma mensagem geralmente deseja contato humano e não apenas interagir com o bot.

Seguindo essas dicas sobre usar corretamente o gerenciador de anúncios do Facebook fará com que suas campanhas sejam muito mais efetivas e tenham resultados surpreendentes!

Melhor ainda é contar com uma empresa especializada em gerenciamento de dados para marketing digital. Entre em contato com a Hariken e descubra como podemos ajudar!

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Adonis Batista

CEO e Nômade

Previous Entenda melhor, aqui, o comportamento do consumidor online!
Next Como aplicar e usar indicadores KPI na sua empresa
Close

NEXT STORY

Close

Como o big data e customer analytics ajudam nas campanhas de marketing

10/02/2018
Close