A Era da Informação, como é também conhecida a época em que vivemos, bombardeia-nos diariamente com tudo aquilo que entendemos sobre o que é mídia digital. Com presença massiva em nossas atividades cotidianas, ela surge em anúncios nas redes sociais, nos banners publicitários em sites ou mesmo antes de iniciar o vídeo que você tanto queria ver.

Trata-se, portanto, de uma das mais recorrentes formas de comunicação online. Principalmente porque a mídia digital também é percebida a partir da geração de conteúdo. Seja em imagens, textos ou vídeos, é por meio dela que as marcas interagem com o seu público-alvo — e vice-versa.

Foi exatamente isso que nos estimulou a produzir este guia da mídia digital! Ao longo das próximas linhas, vamos explorar o que é mídia digital, seu conceito, aplicações e como colocá-la em prática no seu negócio. Confira!

O que é mídia digital?

internet fez com que as empresas e seus respectivos públicos-alvos estreitassem o relacionamento. Eles interagem mais e as possibilidades de interação fazem parte do conceito de mídia digital, representando tudo aquilo que usamos como artifício on-line para abordar, engajar e atrair o consumidor.

Não à toa, mídia digital e marketing digital são conceitos costumeiramente confundidos — embora sejam similares e complementares. Afinal de contas, a essência do marketing está nas alternativas estratégicas para comunicar e encantar o consumidor, enquanto a mídia digital fornece os meios para isso.

Assim, temos em todo o contexto on-line a possibilidade de abordar, interagir e relacionar-se com o seu público-alvo. Isso inclui:

  • o site de sua empresa;
  • o blog corporativo;
  • as redes sociais;
  • suas ferramentas de e-mail.

Considera-se, portanto, todos os instrumentos que carregam em suas respectivas essências a ideia de transformação digital e permitem a comunicação com os seus consumidores e clientes em potencial.

Quais são as principais vantagens de utilizar a mídia digital?

Jornais, comerciais na TV e outros tipos de anúncios tradicionais têm, entre os seus diferenciais, a possibilidade de impactar o maior número possível de pessoas.

Só que, agora que entendemos o que é mídia digital, podemos conceber uma ideia diferente e que até então era vista com desconfiança: as suas campanhas alcançariam um número menor de pessoas — mas, apenas, aquelas com maior potencial de consumir os seus produtos ou serviços.

Estamos falando da velha proporção “qualidade x quantidade”. Com isso, o uso da mídia digital veio acompanhado de uma série de vantagens para o desenvolvimento da sua marca, como as que estão adiante.

Custo-benefício

Além de eficiente, saber o que é mídia digital agrega valor às suas ações de divulgação e relacionamento. Afinal de contas, trata-se de algo amplamente acessível. Isso não exclui, contudo, a necessidade de planejamento para prosperar no meio — como o uso de um bom software de gestão de dados —, mas já evidencia a valorização do seu investimento.

Novos públicos

Presença digital significa uma comunicação eficiente com quem deseja acompanhar o que você tem para dizer. Consequentemente, você atrai novos públicos até o seu site, blog ou redes sociais, aumentando a visibilidade do seu negócio.

Vale destacar, ainda, que o alinhamento do seu uso de mídias digitais com a expectativa da sua audiência contribui para que o consumidor veja a sua empresa como autoridade no assunto em questão.

Assim, é mais fácil fixar a sua marca na memória dos usuários on-line, que vão logo associá-la à resolução das futuras demandas que elas possam ter.

Fidelização dos clientes

É importante destacar que a mídia digital não é santo milagreiro, mas vale considerar o uso combinado de tecnologia com os diferenciais da sua marca para encantar o consumidor.

Assim, podemos dizer que esse trabalho lida, ativamente, com o processo de fidelização de clientes. Lembrando que a sua empresa faz promessas em suas campanhas de divulgação e o encantamento se completa quando os consumidores ficam plenamente satisfeitos com o resultado dessa experiência.

Mensuração de resultados

Por fim, entender o que é mídia digital permite que você a associe às conveniências propostas por ferramentas que compilam e segmentam dados e criam insights para você manter as suas estratégias sempre mais relevantes.

Além disso, você pode acompanhar as performances de cada campanha criada, o que agiliza a tomada de decisão e valoriza ainda mais o seu investimento.

Como usar a mídia digital para promover a sua marca?

Entendendo a diferenciação de ambos os conceitos, fica fácil entender as possibilidades de uso da mídia digital. E acredite: são diversas técnicas, funcionalidades e ferramentas à disposição para promover a sua marca, como:

  • possibilidade de segmentação do público, permitindo um direcionamento mais preciso em suas campanhas de marketing;
  • flexibilidade na elaboração de estratégias — inclusive, por meio de anúncios interativos;
  • grande gama de plataformas que facilitam a produção de conteúdo (veremos mais disso adiante).

Isso se converte, então, na produção de um conteúdo relevante para o público, na criação diversificada de peças publicitárias on-line e em todo tipo de comunicação com seus clientes.

Claro que essa amplitude de ações geradas exige um cuidadoso planejamento. Para tanto, existem algumas dicas importantes para gerir a demanda.

Como isso funciona na prática?

A seguir, selecionamos dois exemplos funcionais que atestam os benefícios anteriormente citados, bem como ilustram o que falamos até aqui sobre o que é mídia digital e as suas possibilidades de uso. Confira!

Heineken

A empresa aproveitou o momento de polaridade política e uniu as opiniões distintas em um encontro regado a muita cerveja da própria marca.

Para isso, foi produzido um vídeo em que pessoas com pontos de vista agressivamente opostos discutiam, ampliando essa visão unilateral e extremista.

Além disso, o vídeo foi promovido nas redes sociais por meio da hashtag #OpenYourWorld, obtendo mais de 17,7 milhões de visualizações e centenas de milhares de engajamentos.

Airbnb

A campanha #WeAccept visou o engajamento social contra o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que é notoriamente contrário à entrada no país de refugiados e imigrantes de países muçulmanos.

vídeo também foi o meio escolhido para explorar uma perspectiva de aceitação e inclusão. Vale destacar, no entanto, que a mídia digital foi bastante difundida para isso, mas o comercial foi veiculado, pela primeira vez, no intervalo do Super Bowl — o minuto mais caro da propaganda televisiva.

Extremamente poderosa, a combinação de uma propaganda no intervalo da grande final do futebol americano com uma série de publicações nas redes sociais fez com que a marca reforçasse seu posicionamento global contra barreiras e ainda colocou seu nome nas conversas sobre esse tema tão delicado.

Como administrar o uso corporativo da mídia digital?

A seguir, apontamos algumas dicas que podem ajudar nesse processo de gestão e produção por meio da mídia digital. Veja só!

Entenda quem é o seu consumidor

Com quem você está dialogando ao produzir uma peça de comunicação on-line? Esse tipo de informação é o norte de toda estratégia de marketing e, consequentemente, de mídia digital.

Pois é sabendo quem é o interlocutor que você produz algo relevante e que estimula o interesse e engajamento do usuário. Por exemplo: uma empresa que auxilie empreendedores a investir na bolsa dificilmente vai apresentar um conteúdo irrelevante para esse meio.

Acompanhe as métricas de todas as suas campanhas

Marketing digital é isso, ações direcionadas e cada vez mais precisas em impactar o público-alvo. Para isso, as métricas são significativas para o sucesso de sua empreitada.

Para um e-commerce, então, elas indicam diversas informações relevantes para o aprimoramento de suas estratégias, como o ROI (Retorno sobre o Investimento), o CAC (Custo de Aquisição de Clientes), a taxa de conversão, o número de pedidos e ticket médio, entre outras. E, como auxílio, indicamos algumas das principais ferramentas para mensurar resultados:

  • Google Analytics: uma das mais conhecidas, capaz de fornecer todo tipo de dado importante para o desenvolvimento e eventuais ajustes de suas campanhas;
  • Facebook Insights: importante para mensurar o engajamento dos usuários e desempenho de suas campanhas na rede social mais utilizada no mundo;
  • Google AdWords: ferramenta de avaliação, em tempo real, da performance de seus links patrocinados.

Ter essas ferramentas, no entanto, e não saber o que avaliar é apenas desperdício de tempo. Por isso, avalie os objetivos de sua campanha e foque as atenções nas métricas que mais podem contribuir com o cumprimento das metas.

Qual é a relação da mídia digital com o e-commerce?

A resposta é: significativa. A relação entre as mídias digitais e o comércio eletrônico é bastante próxima, uma vez que ambas estão concentradas no mesmo meio. Quem ajuda a corroborar tal afirmação é o PayPal Brasil e a BigData Corp.. Em uma pesquisa recente, eles destacaram que 60% das lojas virtuais estão produzindo mídia digital por meio das redes sociais.

Os números, inclusive, seguem em ascensão, o que tem evidenciado a importância em se antecipar às tendências e entender como atrair e fidelizar o consumidor com a mídia digital. Para ter ciência disso, pense: o quanto você se deixa influenciar pelo uso dessas mídias?

O consumidor está cada vez mais atento a isso, uma vez que gera mais aproximação com as suas marcas favoritas. Isso acarreta engajamento, potencializa o alcance de sua empresa e a diferencia no seu ramo de atuação.

Quais são as mídias digitais mais recomendadas para o e-commerce?

Por fim, vamos entender qual tipo de mídia digital você pode fazer uso, de maneira a potencializar os resultados de suas ações estratégicas.

Blog

Integrado ao seu e-commerce, o blog ajuda a posicionar melhor as páginas de sua loja virtual. Além disso, a produção de conteúdo focada nas necessidades do público-alvo estimula o engajamento. Consequentemente, o consumidor passa a enxergar a sua marca como autoridade no assunto, sendo influenciado e fidelizado pelo seu negócio.

Facebook Ads e Google AdWords

Ambas as ferramentas são recomendadas porque ajudam na segmentação de clientes de acordo com o perfil do seu público-alvo e também pela pesquisa de palavras-chave. Isso ajuda a promover anúncios direcionados a quem demonstre interesse em adquirir as suas soluções.

Mídia Display

Também do Google, a Mídia Display se diferencia do AdWords por promover anúncios em espaços publicitários de outros sites e páginas virtuais. Com isso, é possível ampliar a sua comunicação on-line para estar sempre ao alcance das necessidades do seu público.

Mídia Programática

Com a mídia programática, você gera tráfego para o seu e-commerce ao vincular anúncios em blogs e sites relevantes ao tipo de solução que você tem a oferecer. Portanto, mais uma possibilidade para atrair e encantar o seu consumidor.

Deu para entender, então, o que é mídia digital e os caminhos que você pode percorrer para usá-la e benefício do seu e-commerce? Lembre-se de cada dica e informação deste guia e não hesite em aplicar o que aprendeu na sua empresa!

Agora, para não perder nenhuma outra dica e novidade sobre este assunto e outros semelhantes, assine a nossa newsletter — localizada no canto direito da página inicial deste blog!

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Adonis Batista

CEO e Nômade

Previous Estratégias de Marketing para e-commerce: um guia completo para você
Next E-mail Marketing: uma poderosa arma para aumentar sua vendas

8 thoughts on “Guia da mídia digital: tudo o que você precisa saber

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

NEXT STORY

Close

Saiba como usar dados de forma inteligente nas ações de marketing!

19/11/2018
Close