Guia da mídia digital: tudo o que você precisa saber

A Era da Informação, como é também conhecida a época em que vivemos, nos bombardeia diariamente com mídia digital. Com presença massiva em nossas atividades cotidianas, ela surge em anúncios nas redes sociais, nos banners publicitários em sites ou mesmo antes de iniciar o vídeo que você tanto queria ver.

Trata-se, portanto, de uma das mais recorrentes formas de comunicação online. Principalmente porque a mídia digital também é percebida a partir da geração de conteúdo. Seja em imagens, textos ou vídeos, é por meio dela que as marcas interagem com o seu público-alvo — e vice-versa.

E foi isso que nos estimulou a produzir este guia da mídia digital! Ao longo das próximas linhas, vamos explorar o seu conceito, aplicações e como colocá-los em prática no seu negócio. Confira!

O que é mídia digital?

A internet fez com que as empresas e seus respectivos públicos-alvo estreitassem o relacionamento. Eles interagem mais e as possibilidades de interação fazem parte do conceito de mídia digital, representando tudo aquilo que usamos como artifício on-line para abordar, engajar e atrair o consumidor.

Não à toa, mídia digital e marketing digital são conceitos costumeiramente confundidos — embora sejam similares e complementares. Afinal de contas, a essência do marketing está nas alternativas estratégicas para comunicar e encantar o consumidor, enquanto a mídia digital fornece os meios para isso.

Como usar a mídia digital para promover sua marca?

Entendendo a diferenciação de ambos os conceitos, fica fácil entender as possibilidades de uso da mídia digital. E acredite: são diversas técnicas, funcionalidades e ferramentas à disposição para promover a sua marca, como:

  • possibilidade de segmentação do público, permitindo um direcionamento mais preciso em suas campanhas de marketing;
  • flexibilidade na elaboração de estratégias — inclusive, por meio de anúncios interativos;
  • grande gama de plataformas que facilitam a produção de conteúdo (veremos mais disso adiante).

Isso se converte, então, na produção de um conteúdo relevante para o público, na criação diversificada de peças publicitárias on-line e em todo tipo de comunicação com seus clientes.

Claro que essa amplitude de ações que podem ser geradas exige um cuidadoso planejamento. Para tanto, existem algumas dicas importantes para gerir a demanda.

Como administrar o uso corporativo da mídia digital?

A seguir, apontamos algumas dicas que podem ajudar nesse processo de gestão e produção por meio da mídia digital. Veja só!

Entenda quem é o seu consumidor

Com quem você está dialogando, ao produzir uma peça de comunicação on-line? Esse tipo de informação é o norte de toda estratégia de marketing e, consequentemente, de mídia digital.

Pois é sabendo quem é o interlocutor que você produz algo relevante e que estimule o interesse e engajamento do usuário. Por exemplo: uma empresa que auxilie empreendedores a investir na bolsa dificilmente vai apresentar um conteúdo irrelevante para esse meio.

Acompanhe as métricas de todas as suas campanhas

Marketing digital é isso: ações direcionadas e cada vez mais precisas em impactar o público-alvo. Para isso, as métricas são significativas para o sucesso de sua empreitada.

Para um e-commerce, então, elas indicam diversas informações relevantes para o aprimoramento de suas estratégias, como o ROI (Retorno sobre o Investimento), o CAC (Custo de Aquisição de Clientes), taxa de conversão, número de pedidos e ticket médio, entre outras. E, como auxílio, indicamos algumas das principais ferramentas para mensurar resultados:

  • Google Analytics: uma das mais conhecidas, capaz de fornecer todo tipo de dado importante para o desenvolvimento e eventuais ajustes de suas campanhas;
  • Facebook Insights: importante para mensurar o engajamento dos usuários e desempenho de suas campanhas na rede social mais utilizada no mundo;
  • Google AdWords: ferramenta de avaliação, em tempo real, a performance de seus links patrocinados;

Ter essas ferramentas, no entanto, e não saber o que avaliar é apenas desperdício de tempo. Por isso, avalie os objetivos de sua campanha e foque as atenções nas métricas que mais podem contribuir com o cumprimento de suas metas.

Qual é a relação da mídia digital com o e-commerce?

A resposta é: significativa. A relação entre as mídias digitais e o comércio eletrônico é bastante próxima, uma vez que ambas estão concentradas no mesmo meio. E quem ajuda a corroborar tal afirmação é o PayPal Brasil e a BigData Corp., cuja recente pesquisa destacou que 60% das lojas virtuais estão produzindo mídia digital por meio das redes sociais.

Os números, inclusive, seguem em ascensão, o que tem evidenciado a importância em antecipar-se às tendências e entender como atrair e fidelizar o consumidor com a mídia digital. Para ter ciência disso, pense: o quanto você se deixa influenciar pelo uso dessas mídias?

O consumidor está cada vez mais atento a isso, uma vez que gera mais aproximação com as suas marcas favoritas. Isso gera engajamento, potencializa o alcance de sua empresa e a diferencia no seu ramo de atuação.

Quais são as mídias digitais mais recomendadas para o e-commerce?

Por fim, vamos entender qual tipo de mídia digital você pode fazer uso, de maneira a potencializar os resultados de suas ações estratégicas:

Blog

Integrado ao seu e-commerce, o blog ajuda a posicionar melhor as páginas de sua loja virtual. Além disso, a produção de conteúdo focada nas necessidades do público-alvo estimula o engajamento. Consequentemente, o consumidor passa a enxergar a sua marca como autoridade no assunto, sendo influenciado e fidelizado pelo seu negócio.

Facebook Ads e Google AdWords

Ambas as ferramentas são recomendadas porque ajudam na segmentação de público de acordo com o perfil do seu público-alvo e também pela pesquisa de palavras-chave. Isso ajuda a promover anúncios direcionados a quem demonstre interesse em adquirir as suas soluções.

Mídia Display

Também do Google, a mídia display se diferencia do AdWords por promover anúncios em espaços publicitários de outros sites e páginas virtuais. Com isso, é possível ampliar a sua comunicação on-line para estar sempre ao alcance das necessidades do seu público.

Mídia Programática

Com a mídia programática, você gera tráfego para o seu e-commerce ao vincular anúncios em blogs e sites relevantes ao tipo de solução que você tem a oferecer. Mais uma possibilidade para atrair e encantar o seu consumidor, portanto.

Deu para entender, então, o que é a mídia digital e os caminhos que você pode percorrer para usá-la e benefício do seu e-commerce? Agora, para não perder nenhuma outra dica e novidade sobre este assunto e outros semelhantes, assine a nossa newsletter — localizada no canto direito da página inicial deste blog!