Atualmente, os dados, em combinação com a tecnologia, têm impulsionado grande parte da revolução que está ocorrendo nos negócios, principalmente, nas ações de marketing.

Hoje, a internet é onipresente, móvel e interativa, gerando uma enorme quantidade de dados. Para os profissionais de marketing, que muitas vezes estão no epicentro da aquisição, compreensão, tradução e aproveitamento de dados, isso tem um impacto significativo em seus trabalhos.

Os dados são bastante poderosos, mas também são sensíveis e precisam ser gerenciados de maneira responsável e ética. A tecnologia e as técnicas estão mudando tão rapidamente que nenhum indivíduo sozinho consegue acompanhar esse ritmo.

Por isso, neste artigo você aprenderá como usar de forma inteligente os dados em suas ações de marketing. Vamos lá?

Entender qual o tipo de dados que a empresa precisa

Ao longo da última década, o marketing foi revolucionado pela análise de dados, permitindo que as marcas entreguem mensagens mais direcionadas e avaliem seu retorno sobre o investimento.

A partir da enorme quantidade de dados, gerados com base das inúmeras mídias digitais, dispositivos, plataformas e canais, os profissionais de marketing têm a oportunidade de oferecer experiências em uma escala massiva.

Mas isso também significa que esses profissionais têm uma série de perguntas a serem feitas. É preciso entender qual a tecnologia a ser utilizada para atingir metas de negócios, quais fontes de dados devem ser explorados ou como gerar dados úteis para as ações de marketing.

Essas questões já são conhecidas pelos profissionais de marketing há décadas, mas elas se tornaram mais complexas à medida que a escala e a velocidade das informações aumentaram.

Fazer a diferenciação de métricas

Dados “bons” devem ser separados dos dados “ruins”. As ferramentas certas devem ser escolhidas ao coletar, armazenar e analisar os dados.

O primeiro passo é coletar as informações, e não há escassez de fontes para isso: transações de vendas, interações com clientes, pesquisas, social media, ferramentas business-to-business e muito mais. Uma vez coletadas, elas devem ser analisadas e convertidas em métricas úteis para os profissionais de marketing. Esse é um processo difícil e demorado.

No curto prazo, esse estudo de métricas levará a um aumento de vendas, melhor interação com o cliente e uma estratégia conscientização do mercado. A melhor coisa sobre essa quantidade de dados é o quão criativo ele permite que você seja. Ao criar conexões entre dados aparentemente não relacionados, você descobrirá insights significativos sobre seu mercado.

Descobrir como extrair o dado

Dados sozinhos são simplesmente uma coleção de números. É somente analisando esses dados e transformando-os em insights que eles se tornam úteis para as empresas.

A todo momento, novas oportunidades e desafios estão surgindo devido à nova economia baseada em dados. Essa informação privilegiada ajuda as empresas a entender o que os clientes estão comprando, quando estão comprando, que etapas estão realizando no processo e muito mais.

Ela ajuda a expor problemas de desempenho e também entender melhor quais as estratégias de marketing e vendas estão impulsionando o sucesso. Um registro de uma compra em um site de comércio eletrônico serve como um exemplo desse tipo de dados.

No entanto, novas tecnologias como geolocalização, por exemplo, levanta questões éticas se é correto comercializar ou utilizar esses dados para descobrir onde o consumidor está naquele momento.

Atualmente, existe uma discussão sobre a privacidade dos dados ao mesmo tempo que os clientes buscam por uma maior personalização dos serviços. O debate não está encerrado e, muito provavelmente, deverá haver um equilíbrio entre ambos os lados.

Centralizar os dados para ações de marketing

Interagir com as marcas não se limita mais a simplesmente entrar em uma loja e ver um produto. Comunicações por e-mail, visitas aos sites e engajamentos em mídias sociais se combinam para criar uma imagem complexa do consumidor. Manter o controle de todas essas interações é um desafio.

Uma vez que os dados são coletados e analisados adequadamente, eles podem ser estrategicamente utilizados para alcançar mais efetivamente um mercado-alvo.

Ao entender os pontos de dor, as preferências de compra e os hábitos do consumidor, campanhas de marketing específicas podem falar diretamente com o público-alvo. Com essa abordagem direcionada, a influência de cada iniciativa aumenta devido à segmentação adequada.

Desenvolver um profundo conhecimento da coleta e uso de dados de marketing ajuda você a criar campanhas altamente competitivas. Compreender o seu público-alvo e as mensagens que ressoarão com mais eficiência é uma abordagem estratégica para a era digital.

Se as marcas conseguirem isso, os clientes receberão uma experiência uniforme e de alta qualidade, independentemente do canal usado para alcançar o negócio.

Utilizar os dados para a jornada de compra

Ao usar a análise para implantar campanhas direcionadas para grupos de mercado específicos, as organizações podem aumentar a conscientização, entre os indivíduos certos, de seus produtos e serviços.

Os melhores profissionais de marketing não querem incomodar os consumidores com mensagens irrelevantes. Se aproveitarem os dados de forma responsável e autêntica, no momento e contexto certos, eles terão a oportunidade de construir relacionamentos duradouros com os consumidores.

Usando dados, os profissionais de marketing podem agora acompanhar os consumidores ao longo da jornada do cliente, desde o interesse inicial até a compra final. Com isso, é possível ter uma visão muito mais clara do que está funcionando e do que não funciona, permitindo que eles priorizem os gastos nos canais corretos.

Prever o comportamento do consumidor

Um dos desenvolvimentos mais interessantes do marketing de dados é o uso da análise preditiva para prever o comportamento do consumidor antes que ele ocorra.

Usando dados de perfil de audiência para prever o que os clientes querem, os profissionais de marketing podem ser muito mais proativos, vendendo produtos, criando relacionamentos de longo prazo com os consumidores e determinando mudanças de mercado diante de marcas concorrentes.

Infelizmente, muitos departamentos de marketing ainda demoram a adotar novas tecnologias, como a análise preditiva, apesar dos benefícios que elas oferecem. No entanto, é certamente apenas uma questão de tempo até que isso mude nos próximos anos.

Com as tendências do mercado mudando tão rapidamente, prever novos desenvolvimentos antes da concorrência é uma parte essencial do marketing moderno.

Dessa forma, além de tornar as ações de marketing mais precisas e, portanto, mais eficazes, os dados analisados podem ajudar a organização como um todo a atualizar e reposicionar seu produto ou serviço no mercado.

E então, curtiu as dicas de como usar os dados para suas ações de marketing? Que tal ver nosso outro artigo sobre e-mail marketing e como ele é uma poderosa arma para aumentar suas vendas?

Show Full Content

About Author View Posts

Avatar
Adonis Batista

CEO e Nômade

Previous Saiba o que é push notifications e quais são suas vantagens
Next Gestão de dados: como a unificação pode trazer mais segurança?
Close

NEXT STORY

Close

Gestão de portfólio de produtos: como gerenciar de forma eficiente?

24/02/2018
Close