social ads

Guia completo sobre Social Ads

Todo empreendedor deve estar sempre em busca de novas maneiras para aumentar o conhecimento da marca, conquistando uma posição de referência no mercado. O marketing digital proporciona ótimas alternativas para isso, com estratégias de grande alcance e com baixo custo.

Nesse contexto, uma das principais tendências é o Social Ads. Muitas empresas já estão adotando esses anúncios como bases de suas ações de marketing, alcançando ótimos resultados.

Então, para que você não fique para trás, criamos este guia completo. Mostraremos tudo sobre essa ferramenta que pode transformar o seu negócio. Aqui, serão abordados os seguintes tópicos:

  • o que são Social Ads;
  • os principais tipos;
  • as principais vantagens de investir em Social Ads; e
  • como otimizar as campanhas.

Por isso, continue acompanhando e veja como você pode aplicar essa tendência de marketing digital na sua empresa. Boa leitura!

O que são Social Ads?

Basicamente, Social Ads são os anúncios criados nas diferentes plataformas de redes sociais. Estas que se tornaram excelentes ferramentas para as empresas, com diferentes objetivos. As marcas podem se aproximar do público de maneira bem íntima, conversando com as pessoas individualmente ou, ainda, lançando conteúdos em grupos de interesse.

O Facebook, por exemplo, que é a maior rede social do mundo, já conta com mais de 102 milhões de brasileiros cadastrados na plataforma. Esse dado foi divulgado pela própria equipe da rede e mostra o enorme alcance que a utilização pode proporcionar.

Porém, não é só o Facebook que disponibiliza o seu espaço para os anúncios. Instagram, Twitter e também o LinkedIn oferecem essa possibilidade, cada uma com suas características e limitações. Além dessas, há outras mídias sociais que podem ser usadas — vamos falar dos principais tipos mais à frente.

Uma campanha de Social Ads pode ter objetivos bem distintos. Sua meta pode ser:

  • aumentar o número de seguidores das páginas;
  • melhorar o engajamento nas publicações da marca;
  • lançar um novo produto ou serviço no mercado;
  • apresentar a sua marca;
  • e, claro, alavancar as vendas.

Quais são os principais tipos de Social Ads?

Agora que você já sabe o que são Social Ads, falaremos das diferentes plataformas que podem ser usadas para criar os anúncios. Acompanhe:

Facebook

Como já falamos, o Facebook é a principal rede social no mundo, com maior número de usuários. Ela permite que diferentes conteúdos sejam publicados, com textos, imagens ou vídeos.

As empresas estão utilizando a plataforma para manter um bom e próximo relacionamento com seus consumidores. Até mesmo o atendimento pode ser feito por trocas de mensagens dentro da rede.

A central de criação dos anúncios chama-se Facebook Ads. Nela, toda a campanha é configurada para que suas metas sejam alcançadas.

Instagram

O Instagram é uma rede social que vem crescendo bastante. Ela é totalmente focada no aspecto visual, com o compartilhamento de fotos e vídeos de curta duração.

Em 2012, a rede foi comprada pelo valor de US$ 1 bilhão pelo fundador do Facebook, Mark Zuckerberg. De lá para cá, o que já era um grande fenômeno vem se mostrando um ótimo potencial para as empresas.

A plataforma consegue entregar um alto padrão de engajamento de seus usuários, que se conectam e compartilham histórias e publicações das marcas favoritas. Também não podemos nos esquecer das hashtags, que são termos escritos após o símbolo “#”. Esse recurso é utilizado para agrupar diferentes assuntos.

Os anúncios nessa plataforma podem ser utilizados para demonstrar os diferenciais dos seus produtos, com imagens e vídeos de alta qualidade, mostrando cada detalhe.

Twitter

O grande diferencial do Twitter está na comunicação direta das empresas com seu público. Normalmente, as postagens são preenchidas com textos curtos, imagens ou pequenos vídeos.

A dinâmica do Twitter é bem mais acelerada do que nas outras redes. Uma publicação hoje já é considerada ultrapassada amanhã, sendo até difícil encontrá-la na timeline dos usuários.

As hashtags também são bastante utilizadas aqui. É possível visualizar um ranking dos assuntos mais falados em uma determinada região ou no mundo inteiro. Já imaginou ter uma hashtag com o nome da sua empresa entre as primeiras posições? Basta planejar, acreditar e correr atrás para que isso se torne realidade!

LinkedIn

O LinkedIn é uma rede social bem peculiar, muito diferente das outras citadas anteriormente. A plataforma possui uma visão mais profissional, dedicada a pessoas que desejam aumentar suas redes de contatos, buscar uma recolocação no mercado ou apresentar os produtos e serviços de suas organizações.

Não importa o tamanho da sua empresa, seja ela de pequeno, médio ou grande porte, ter uma página no LinkedIn mostra o seu profissionalismo. Então, criar uma campanha de anúncios pode lhe ajudar a buscar contatos profissionais importantes, que podem alavancar o negócio.

Spotify

O Spotify é um aplicativo de músicas muito interessante e que vem conquistando um ótimo espaço no mercado.

Basicamente, o usuário tem duas opções de planos: pago, em que a pessoa tem acesso a um universo de músicas, sem qualquer interrupção, podendo selecionar qualquer faixa, sequência ou até agrupá-las; ou ainda a opção gratuita, com limitações nas escolhas e a apresentação de anúncios durante a programação.

Esse espaço de anúncios está sendo explorado pelas empresas que enxergaram um grande potencial para aumentar o conhecimento das marcas.

Os anúncios podem ser criados em diferentes possibilidades, tais como:

  • áudio, com 30 segundos de anúncios a cada 15 minutos de músicas;
  • sessão patrocinada, em que uma marca disponibiliza 30 minutos de reprodução de músicas sem interrupções e, para isso, o usuário deve assistir a um vídeo publicitário de 30 segundos;
  • vídeo takeover, que são destinados à visualização pelo desktop, com uma produção de 15 ou 30 segundos;
  • display, que consiste no posicionamento de banners dentro da plataforma;
  • overlay, para aqueles usuários que ficaram um certo tempo sem utilizar o aplicativo, é criado um banner em tamanho integral quando ele retorna; e
  • homepage takeover, um banner presente na página inicial da ferramenta, com exposição durante um dia inteiro.

Waze

Assim como o Spotify, o Waze foge um pouco das outras redes sociais que mostramos. Esse aplicativo é o mais acessado em todo o mundo na categoria de navegação, além de ser uma boa opção principalmente para negócios locais, em que um potencial consumidor pode estar de passagem pela região da empresa e resolver visitar.

Basicamente, o Waze oferece três possibilidades aos anunciantes. São elas:

  • busca: funciona como a rede de pesquisa do Google Adwords. Se um usuário digita o termo “padaria”, por exemplo, o aplicativo indica as páginas anunciantes que são relevantes à busca, com o endereço eletrônico e a logo;
  • pinos: funciona como uma espécie de outdoor digital. No mapa dentro do aplicativo, você pode posicionar os pinos, que são marcações do seu local de negócio. Assim, uma pessoa que está utilizando a ferramenta terá a visão da localização e distância até o estabelecimento;
  • takeover: nessa opção, o anúncio é mostrado ao usuário quando ele está parado. Ao clicar no material, a pessoa é direcionada ao site ou outra página que seja do domínio da marca.

Quais são os benefícios de investir em Social Ads?

Agora que você já sabe o que são os Social Ads e quais são os principais tipos, pode estar se perguntando sobre as vantagens deles para o seu negócio. Mostraremos uma série de benefícios que podem ser alcançados. Confira!

Permite o investimento que você pode oferecer

Ao criar uma campanha de anúncios nas redes sociais, quem decide o valor a ser investido é você! Isso aumenta as possibilidades das empresas, principalmente as de pequeno e médio porte. Não há um valor mínimo a ser gasto e você pode interromper aquela estratégia quando quiser, com total controle sobre os valores.

Aumenta o conhecimento da marca

A utilização do Social Ads pode elevar bastante o conhecimento da marca, de forma acelerada, uma vez que o alcance das plataformas é muito alto. A partir do compartilhamento de uma única pessoa, a publicação pode atingir milhares.

Se você está abrindo um novo negócio, lançando um produto ou criando uma campanha promocional, o público pode ser bem grande caso utilize os anúncios nas redes sociais. Pense nisso!

Gera um maior tráfego ao site

Um dos principais objetivos escolhidos pelas empresas ao utilizarem as redes sociais é elevar o tráfego no site. Estamos falando em levar milhares de pessoas até o domínio da marca. Aliando isso a uma boa estratégia de conversão, ou seja, captação dos dados de contato, como nome e e-mail, as vendas podem ser elevadas consideravelmente.

Permite ótimas possibilidades de segmentação do público

Um dos fatores mais importantes no uso de redes sociais para a criação dos anúncios é o poder de segmentaçãoNão faz sentido destinar um investimento para quem não possui o interesse ou condições de adquirir suas soluções. Por isso, as plataformas permitem que você direcione os anúncios com as características dos seus alvos.

Você pode definir, por exemplo, a localização geográfica que deseja atuar — isso é muito interessante em casos de lojas físicas ou eventos locais. Além disso, pode definir as características, tais como a faixa etária, gênero, interesses, participação em determinados grupos, curtidas em páginas, entre outros.

Utiliza os potenciais de cada rede social

Como já dissemos, cada rede social possui características diferentes: o Facebook é uma rede mais ampla, com mais alternativas; o Instagram já é mais voltado para o lado visual; o Twitter visa a comunicação direta; enquanto o LinkedIn tem uma postura mais profissional.

Entender os perfis e também as limitações de cada plataforma faz com que você utilize os potenciais de cada uma na criação das suas campanhas. Assim, os resultados tendem a ser ainda mais promissores.

Possibilita um aumento considerável nas vendas

Todos os benefícios em conjunto acabam direcionando a uma maior venda. Com mais tráfego no site, maior a possibilidade de conversão de visitantes em leads e, com um bom trabalho, de leads em clientes.

Além disso, as redes podem servir como um canal de comunicação entre a marca e o público, estreitando os relacionamentos. Por isso, além das campanhas de anúncios, é muito importante que você mantenha sua página ou perfil sempre atualizada, respondendo as mensagens e solicitações.

Esteja presente também nos grupos de discussão, pois eles são boas possibilidades de encontrar mais clientes para a sua empresa.

Fornece um constante acompanhamento dos resultados

Por fim, devemos sempre salientar que o Social Ads é totalmente mensurável. Essa é uma característica muito importante entre as estratégias de marketing digital.

Uma das grandes vantagens das ações online se comparadas com o marketing tradicional, offline, é justamente o poder de mensuração. É muito difícil saber, por exemplo, quem foi impactado por um outdoor ou uma propaganda na televisão. Já nas redes sociais, isso é bem fácil.

pixel no marketing é um bom exemplo. Esse recurso permite que você insira um código nas suas páginas do site, identificando a origem dos visitantes. Dessa forma, se uma pessoa é impactada por um anúncio na rede e vai até o site, finalizando uma compra, essa identificação se torna possível.

Com isso, analisando as origens das conversões, cria-se um controle de todas as mídias usadas e faz-se um relatório de análise da relação entre o retorno e o investimento, ou ROI. Significa que você saberá exatamente:

  • quanto investiu em um anúncio nas redes;
  • quantas visualizações e cliques a publicação teve;
  • a parcela dessas pessoas que foram convertidas; e
  • o valor que isso retornou em vendas.

Lembre-se de que não adianta apostar em uma ação de marketing se ela não é mensurável. É preciso tomar essas medidas de controle para criar um plano de otimização eficiente.

Como otimizar as campanhas de Social Ads?

No tópico anterior, nós começamos a falar de otimização das estratégias de marketing. Por isso, agora mostraremos as 5 principais dicas a serem aplicadas nas campanhas de Social Ads. Confira:

1. Planeje a sua campanha

O primeiro passo para otimizar a estratégia e buscar melhores resultados pode parecer um pouco óbvio, mas é um ponto que muitos empreendedores acabam matando suas ações: a fase de planejamento.

Criar uma campanha de anúncios nas redes sociais sem ter um plano bem elaborado, dificilmente vai gerar bons resultados — pode até acontecer, mas é menos provável. É necessário pensar no seu objetivo com aquela ação; no momento em que a empresa está; e no que ela está buscando naquele momento.

Por exemplo, se a empresa ainda é nova e pequena, é interessante criar estratégias para aumentar o conhecimento do público sobre aquela nova possibilidade no mercado. Para isso, os anúncios podem ser criados com materiais de apresentação da marca, do que ela está se propondo a fazer e quais problemas ela pode solucionar.

Já pensando em uma organização estabelecida no mercado, bem conhecida, o objetivo pode ser bem diferente, com o foco nas conversões em vendas. Como podemos ver, há muitas alternativas.

Além disso, planeje o quanto você pode investir nos anúncios. Não fazer esse mapeamento financeiro pode fazer com que sua campanha tenha que ser interrompida quando os resultados estão começando a aparecer. Então, procure seguir os passos abaixo para conseguir estruturar melhor sua ação:

  • reúna sua equipe — principalmente os responsáveis por marketing e vendas;
  • analise as ideias;
  • levante as metas a curto, médio e longo prazo;
  • estabeleça um orçamento; e
  • defina os resultados que esperam alcançar.

2. Analise muito bem a segmentação do seu público

segmentação do público é um dos elementos que devem entrar no planejamento da campanha. E devido à sua elevada importância, dedicamos um tópico somente para esse tema.

Pense da seguinte forma: quanto mais segmentado for o seu público-alvo, mais assertivo será o seu anúncio, com maior taxa de conversão. Porém, menos pessoas serão atingidas.

Já se você faz o contrário, abre o seu anúncio para um público bem grande e heterogêneo, a eficiência pode cair bastante, o custo da estratégia aumenta e isso pode acabar não trazendo um resultado tão interessante.

Portanto, o mais indicado é encontrar o equilíbrio entre as duas opções. Faça uma listagem de características e defina o seu público-alvo ideal. Além disso, se a sua empresa ainda não o fez, é recomendado desenhar a sua persona, ou seja, a personificação do seu cliente ideal.

Você deve projetar em um personagem todas as características de um cliente ideal da sua marca. Assim, todas as suas ações de marketing e vendas serão direcionadas à persona. Isso aumenta a eficiência e melhora a experiência dos usuários.

3. Estabeleça os indicadores de desempenho para mensurar os resultados

Já dissemos que é fundamental mensurar os resultados, independentemente da estratégia adotada. Para isso, é necessário estabelecer os KPIs — Key Performance Indicators —, que representam os indicadores de desempenho do seu negócio. Eles conseguem mostrar como as suas ações estão correspondendo e se os objetivos estão ou não sendo alcançados.

Um deles nós já citamos, que é o ROI. Ele avalia o retorno sobre o investimento. São considerados os salários dos envolvidos, gastos com estruturas, as campanhas de anúncios, entre outros.

Temos ainda o ROAS — Return On Advertising Spend. Ele é bem similar ao ROI, a diferença é que são considerados apenas os valores de investimento direto em publicidade, como o Social Ads.

Você também pode avaliar o CAC, ou Custo de Aquisição de Cliente, nas campanhas. A partir de um valor investido, quantos clientes estão sendo gerados? Essa é uma análise interessante, principalmente se esse custo for comparado entre diferentes ações. Você pode colocar frente a frente os números de campanhas em cada uma das redes sociais, por exemplo.

Outro indicador que pode ser avaliado é o CTR, que é a taxa de cliques. Se seu anúncio não tem uma alta CTR, algo está errado! Quer dizer que ele não está atraindo a atenção do público e precisa ser alterado.

Por fim, lembre-se de relacionar um indicador direto ao seu objetivo. Se a meta é aumentar as vendas, controle como está o faturamento e como ele é influenciado pelo anúncio. Se o objetivo é levar mais visitantes ao site, faça um controle do tráfego constantemente.

4. Faça testes

Não há uma regra do que é mais chamativo ao público. Cada empresa possui um público-alvo diferente, com características distintas. Nesse sentido, o que pode dar muito certo para uma, nem sempre é o ideal para outra.

Logo, recomendamos usar e abusar dos testes. Crie anúncios com poucas variações e veja como eles estão se saindo. Uma ideia é criar dois anúncios iguais, mas com imagens diferentes; ou então alterar somente o título.

Essas ações permitem que você encontre as melhores opções para seus anúncios e, dessa forma, crie um plano de otimização.

5. Tenha atenção com o CTA

Por fim, não se esqueça do CTA — Call To ActionO CTA é a chamada para ação. É aquele breve texto, normalmente ao final do conteúdo, em que você diz ao usuário qual ação ele deve tomar naquele momento. As possibilidades são muitas, dentre elas:

  • assinar a newsletter;
  • visitar o site;
  • avaliar um produto;
  • baixar uma demonstração de software;
  • entrar em contato com a empresa;
  • conferir outro conteúdo.

Para escolher o melhor CTA, novamente deve pensar no seu objetivo, pois eles estão diretamente relacionados. Se você cria um anúncio para apresentação da marca e usa uma chamada para que o usuário compre um determinado produto, isso pode ser demasiadamente acelerado e forçado, fazendo com que o resultado não seja legal.

Agora, vamos imaginar que o anúncio seja uma campanha promocional, como uma queima de estoque ou comemoração de uma data festiva. Nesse caso, a indicação de compra pode ser utilizada com sucesso.

O que aprendemos sobre Social Ads?

Confira um resumo do que vimos em nosso guia:

  • o Social Ads é uma importante ferramenta para que as empresas consigam alavancar os resultados, de acordo com seus objetivos de momento;
  • as redes sociais estão se tornando cada vez mais presentes em nosso dia a dia e é preciso enxergar isso como uma grande oportunidade;
  • os valores usados para criar uma campanha de Social Ads são ótimos atrativos para as marcas, sejam elas de pequeno, médio ou grande porte.
  • esses investimentos podem resultar em grandes conquistas, transformando o seu negócio e alavancando as vendas.

E então, gostou do nosso guia completo sobre Social Ads? Agora, não perca mais tempo e assine a nossa newsletter para receber mais conteúdos como este diretamente no seu e-mail. Até a próxima!